ETA Gavião

Criado em Segunda, 18 Julho 2011 14:56

Criada em setembro de 1981, a Estação de Tratamento de Água do açude Gavião, localizada no município de Pacatuba junto ao manancial, abastece a cidade de Fortaleza e quase toda a região metropolitana. Tem a finalidade de tratar a água captada na natureza e potabilizá-la para distribuir para a população uma água de qualidade para o consumo. No ano de 1989, pensando na saúde da população, a ETA-Gavião adicionou ao sistema de tratamento a fluoretação, que consiste na adição de flúor, elemento da natureza que combate à cárie e a perca de esmalte dos dentes. São adicionados 0,7 mg de flúor por cada litro nesta etapa do tratamento, isto reduz até em 50% o indício de problemas dentários na população, medidos como CPO-D, ou seja, Dentes "Cariados, Perdidos e Obturados".

Inicialmente a ETA-Gavião foi projetada para utilização de tecnologia de tratamento do tipo convencional, com capacidade de 3,0m3/s. Em 1995, passou a operar através da filtração direta descendente que é a tecnologia de tratamento, onde se pode ter as etapas de mistura rápida, floculação e filtração, esta última ocorrendo no sentido descendente. A alteração proporcionou um aumento de 25% em sua área filtrante. Desde de junho de 2007, a Estação possui uma capacidade de tratamento de 10,0 m3/s, correspondendo a uma capacidade máxima de 36.000m3/h.

Como reconhecimento de qualidade, a ETA-Gavião foi agraciada, em 2005, com o ISO 9001. É importante ressaltar que para todas as etapas de produção de água potável existem exigências de monitoramento da qualidade com vistas à garantia de não oferecer riscos à saúde, que estão descritas na Portaria do Ministério da Saúde 2914/2011. A Cagece realiza esse monitoramento desde o manancial de água bruta até a rede de distribuição.

Ler 17912 vezes Última modificação em Sexta, 27 Março 2015 15:59